“Comida inteligente” será capaz de “enganar” o cérebro

Por Guilherme de Souza em 30.07.2012 as 17:00

Depois que você termina de comer aquela porção generosa de lasanha à bolonhesa, seu sistema digestivo manda uma mensagem ao cérebro dizendo “estou cheio”. Esse mecanismo de regulação pode ser uma ferramenta poderosa no combate à obesidade, e está sendo investigado por um grupo internacional de pesquisadores.

“Sabemos que nutrientes interagem com as células do sistema digestivo, que disparam mensagens químicas – hormônios – para o cérebro para sinalizar que o estômago está cheio”, explica o endocrinologista Jens Hols, da Universidade de Copenhagen (Dinamarca). Ele descobriu uma pequena molécula envolvida no processo, a GLP-1, e agora está tentando descobrir exatamente como funciona esse “diálogo” entre o cérebro e o sistema digestivo.

A equipe espera, com isso, poder produzir futuramente aditivos capazes de desencadear o processo e fazer com que a pessoa se sinta satisfeita comendo menos. Enquanto a “comida inteligente” não sai do papel, a re-educação alimentar vai continuar dependendo da força de vontade de quem quer perder peso de modo saudável.

Fonte: [Daily Mail UK]

[NEUROGASTRONOMIA] “Comida inteligente” será capaz de “enganar” o cérebro
Classificado como: